Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CTM Vila Pouca de Aguiar - Basquetebol

Fundado a 14/10/1993, iniciando-se a prática do Basquetebol. No dia 11/11/1995 foi assinada a escritura, altura em que o clube se torna autónomo da Câmara Municipal. Venceu duas Taças Nacionais em femininos, cadetes em 2001 e Juniores em 2003.

Fundado a 14/10/1993, iniciando-se a prática do Basquetebol. No dia 11/11/1995 foi assinada a escritura, altura em que o clube se torna autónomo da Câmara Municipal. Venceu duas Taças Nacionais em femininos, cadetes em 2001 e Juniores em 2003.

CTM Vila Pouca de Aguiar - Basquetebol

27
Fev11

Campeonato Nacional Seniores femininos: arbitragem condicionou aguiarenses que foram superadas pelo Valongo

evpa

CTM, 48 - NCR Valongo, 85

 

Pavilhão Dr. Francisco Gomes da Costa; Domingo, 27 de Fevereiro, 17 horas.

Parciais: 25-14, 5-23, 9-23 e 9-25. 

 

Na recepção ao 4º classificado deste campeonato nacional, o CTM Vila Pouca entrou muito bem no jogo, controlando as operações, quer no capítulo defensivo quer no ofensivo, conseguindo confundir e contrariar o favoritismo das valonguenses. Mas desde início verificou-se que os critérios de arbitragem poderiam favorecer as forasteiras, pois usaram e abusaram do contacto físico sem que lhes fossem averbadas as respectivas faltas. Mesmo assim no final do primeiro período o CTM vencia por 9 pontos (25-14).

A maior experiencia do Valongo surgiu nos restantes períodos, que verificando as fragilidades da dupla de arbitragem aumentaram a sua agressividade, muitas vezes roçando a violência e inibiram as aguiarenses, que bem tentaram dar a volta à situação, mas sempre contrariadas por estes dois factores já enunciados, arbitragem com critérios muito alargados nos contactos e uso excessivo destes por parte das valonguenses.

Desta forma o resultado foi-se desnivelando, dando a ideia errada do valor das equipas.

Alinharam pelo CTM: Ana Campos (22), Débora Sousa (3), Carla Leonor, Renata Silva (4), Rita Sousa (4), Carla Machado (7), Daniela Teixeira (2), Andreia Pereira (3) e Viviana Ribeiro (3).

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post